Testemunho com Jesus

Estava internada a  mais de 60 dias afastada dos meus realizando um processo de busca por Deus quando meu médico entrou no quarto dizendo que aguardava autorização do convênio para me operar novamente. 

Segui até a capela do hospital para rezar e chorar em privacidade. Ajoelhada, disse:

“Jesus, eu não sei mais o que queres de mim. Eu já abri mão de tudo: família, esposo, filhos, casa e vida. Já não tenho mais nada na minha vida.

O que mais queres de mim?”

Então escutei dentro de mim:

“Você ainda não Me entregou o seu desejo de ser curada."

Nesta altura compreendi que eu já havia entregado tudo a Jesus, exceto

minha vontade de ser curada.

“Mas como assim, Jesus?”. No hospital aprendi a conversar assim com Jesus, como se estivesse diante de um Grande e Bom Amigo. Continuei:

“Se eu Te entregar a minha vontade de ser curada, então não terei mais nada na vida. Porque isso é hoje tudo o que tenho.”

 

Compreendi de imediato que agarrava-me  à minha cura como se fosse minha tábua de salvação, ou seja, se Deus me desse a cura teria toda minha vida de volta.

Mas Jesus queria que eu Lhe entregasse o meu desejo de ser curada.

Momento difícil. Respirei fundo e fiz.

Estava de olhos fechados.

Eis que, de súbito, perdi a sensação do chão tocando meus joelhos e tudo ao redor ficou preto. 

No breu, a única percepção que tinha era de existir sob forma de consciência e todas as referências do que era minha vida caíram por terra. Pensei:

“E agora? O que é que eu sou mesmo? Tudo que eu achava que antes era, não é mais, e ainda assim me percebo viva somente em estado de consciência...”

Eis que surgiram na minha frente duas mãos douradas. Sabia que eram de Jesus.

Dei-Lhe minhas mãos e Ele disse:

Entregue a Mim todas as suas vontades e deixa que Eu queira as coisas por você.”

Olhe para os seus pés.”

Ao voltar-me para meus pés, uma surpresa: eu não tinha pés. Era um ponto de luz branca.

Olhe para Mim.”

Ele era uma luz dourada diante de mim cujas mãos que saiam para fora seguravam nas minhas.

Durante todo momento Ele movimentava seus dedos polegares carinhosamente sobre minhas mãos - como que para eu discernir que aquilo não era imaginação. 

Olhe para baixo.

Voltei o olhar para baixo e outra surpresa: vi o planeta Terra. 

Disse:

“Você é, na verdade, isso aqui que está vendo” (um ponto de luz no espaço diante Dele e nada mais).

Existe aquela também” (fez-me voltar os olhos para o planeta e tive a percepção de mim pisando na Terra enfrentando todas aquelas lutas).

Essa aqui é a verdadeira você e quero que você siga a Mim e Me divulgue para os demais”.

Suas últimas palavras me surpreenderam e senti medo e o pensamento que me ocorreu foi que aquilo mudava completamente minha forma de viver minha vida. Jesus era real e mudava TUDO.

Tudo o que antes eu achava que era não era mais e eu deveria viver para Ele.

Minha alta aconteceu com 85 dias de internação e no dia do meu aniversário e eu soube intimamente que Jesus queria marcar o meu renascimento Nele para uma nova vida com Ele.

Criado por Luciana Rapini com Wix.com

  • Facebook - RVC
  • Instagram RVC