diário 30.10.19

São diversas as formas pelas quais as almas buscam a Deus: para resolver-lhes problemas de ordem pessoal, adquirir tal ou qual coisa, livrar-lhes de outra. Mas quais destas estão realmente dispostas a unirem-se a Cristo com toda a força de suas almas e beberem do seu Amargo Cálice Sacrificial?

Quantas estão dispostas a abdicarem das próprias conveniências pessoais e interesses mundanos, esvaziando-se dos mesmos para deixar que os Bens Celestes invadam e tomem espaço em seus interiores, deixando-se inebriar com o Perfume dos Céus e com o Amor que Cristo tem a derramar sobre todo seu criado? Quantas aceitarão dar as Mãos a Jesus em espírito sacrificial para que ELe as faça instrumentos para a salvação de outras almas? Para que outras almas tomem contato com Ele através de si mesmas feitas dele? Para que sejam testemunhos vivos das bençãos de Deus e de tudo o mais que Este tem operado em suas vidas a serem contemplados por todos quantos o queiram, refletindo em si as Dádivas que também estão reservadas a cada uma delas? Quais estarão dispostas a serem testemunhos vivos desta união tão formosa quanto gloriosa com nosso Querido Jesus que, por amá-las tanto, derramou em sua Cruz seu Preciosíssimo Sangue para que fossemos salvos e entregues purificados nos Braços do Pai pelas suas Mãos?

Quem aceitará repetir em si mesmo o doloroso caminho até o calvário e a crucifixão cruenta pela salvação de seus irmãos repetindo em si mesmo, guardadas as devidíssimas proporções, o ato de Amor Devocional e Sacrificial que Jesus ofereceu ao Pai reproduzido em nós para a salvação de nossos irmãos? E quantas almas Deus Pai não resgatará das trevas da ignorância e do pecado a partir de havermos aceitado ser crucificados na mesma Cruz de seu Filho após havermos bebido do seu Cálice Glorioso quando, enfim, seremos unidos a Ele por toda a eternidade?

Ó Deus Glorioso, Eterno Pai de Todo o Criado! até quando as almas quererão unir-se a Jesus segundo suas próprias conveniências e vontades pessoais renunciando a Todo Bem e Sagrado que se encontra em vossa Cruz? Até quando insistirão em partilhar de suas vidas com Deus segundo seus próprios interesses, afastando-se quando Este as chama a unirem-se a Cristo em sua Obra de Consagração e Salvação da humanidade?

Dai-nos, Pai, as bençãos virtuosas de aceitarmos tudo aquilo que tendes para nós na certeza de que em vossa Vontade impera a Perfeição Absoluta e que através da mesma seremos selados em definitivo ao posto nos Céus que nos ha destinado desde nossa criação.

Meu Deus Santo, eu confio em Vós! Dai-nos a santa paz de vos pertencer por todos os dias de nossas vidas e por toda a eternidade. Amém.

Criado por Luciana Rapini com Wix.com

  • Facebook - RVC
  • Instagram RVC
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now