diário 18.10.19

 

Sendo Jesus a representação divina mais próxima das almas na Terra e, como Filho Dileto, o que mais próximo está do Pai, Deus lhe confere o direito, pelos poderes e missão outorgada junto a todas as suas criaturas, de ser concebido como o representante direto de Deus e de ser assim chamado.

E neste caminho de união com Cristo um dia Ele me fez saber que sua condição junto a cada uma de suas almas era a de um pai – aquele que acolhe e dá a vida, ensina e educa -  elevando assim ainda mais o conceito que tinha Dele. Não que Ele seja o Deus-Pai-Supremo-Criador de tudo quanto existe, mas a representação direta deste Pai junto a cada um de nós.

Assim, o Espírito Santo de Deus que se faz dentro de mim O louva e O adora se referindo a Jesus como Pai, Deus Santo, dada a condição excelentíssima que ocupa nos Céus em largo acima de todos os anjos e santos.

Rendemos graças, Senhor, por tudo o que sois e que fazeis a cada uma de vossas criaturas. Meu Deus Glorioso, Autor de Nossas Purificações, Deus Sagrado, Puro e Casto, Pai Primoroso dos nossos processos de crescimento em Ti; eu vos bendigo, Senhor, e vos adoro para todo o sempre. Que possam as almas despertarem-se para Vós tal como me fizestes despertar. E que todos rendamos juntos hinos gloriosos pela honra de vosso Santíssimo Nome.

Deus das Alturas, eu confio em Vós! Dai-nos a paz de pertencer-vos por toda a eternidade. Amém.

Criado por Luciana Rapini com Wix.com

  • Facebook - RVC
  • Instagram RVC
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now