diário 13.11.19

A Obra de Deus é Magnânima e seguirá seu curso ainda que imbuída daqueles que ainda não souberam receber sua Verdadeira Mensagem em seus corações. Se Deus permite provar seus filhos no seguimento da Obra que lhes toca levar adiante, é para fazê-los entrar em contato com suas misérias e pontos que podem ser aperfeiçoados decidindo-se voltar em definitivo para Aquele a quem servem, que é o próprio Deus. Quantos equívocos se hão levado adiante nas casas ditas de Deus mediante seus atos ignóbeis e irresponsáveis ao se colocarem a si mesmos acima do mandato que Deus tem para eles! E quantas ovelhas têm partilhado em todos os tempos das ruínas dos chefes das casas, achando haverem encontrado a representação de Deus quando apenas encontraram escombros da mesma.

Deus coloca todos os seus filhos à prova para que encontrem a Ele através das suas sujeições ao mal. Quando se reconhecem abatidos sem conseguirem se lapidar e purificar por si mesmos e quando se acham fartos de lutarem por si mesmos contra o mal que habita em seus interiores encontram a impulsão interior que os faz arrependerem-se e desejar que tudo seja novo. É quando tudo se torna possível de ser renovado em Deus. Se Deus permite que seus filhos caiam é para que na queda possam reconhecer seus erros e, arrependidos, decidam não pecar mais.

Enquanto Deus realiza sua Obra de Amor Magnânima na humanidade, vai expurgando o mal que existe nos homens em suas raízes substituindo-o pelo seu Altar. Arrependidos e conscientes de suas fraquezas, reconhecem que em Deus está o Grande e o Supremo, cabendo-lhes apenas aceitar seus Desígnios colocando-se como servos conscienciosos e fiéis. Ninguém conseguirá alcançar a Altura que Deus se encontra enquanto se mantiver maior do que Deus e Deus acolherá todos que se reconhecerem pequeninos e desvalidos, incapazes de levar adiante uma obra tão sublime dentro de si que é a de elevar-se até Aquele mesmo que os criou.

Por tudo isto vos rendemos graças, Senhor do Sublime, por tudo que sois e por fazerdes maravilhas em nossas vidas. Por nos fazerdes reconhecer nossa pequeneza e fragilidade enquanto Vós sois tudo, o Belo, o Grande e o Magnânimo. Rogamos-vos, Senhor, que nos façais conseguir ser sempre pequenos para que o Senhor se mantenhais sempre Grande e que assim nossa nulidade em Ti seja completa - único meio pelo qual será possível  recebermo-vos dentro de nós em vossa Integralidade em vias do nada que somos.

Meu Senhor e meu Deus, fazei com que vossas almas chefes da vossa casa reconheçam o motivo de suas quedas e que Vós sois tudo enquanto elas apenas partes do vosso Corpo e servos de vossa Igreja.

Meu Senhor, eu confio em Vós! Dignai enlaçar todas as almas em vosso Amor para que consigam amar a Deus acima de todas as coisas e o próximo como a si mesmos - único caminho de encontrarem a verdadeira felicidade ansiada por todos os tempos e que lhes abrirá as portas definitivas do Céu. Amém.

Jesus Santo, dai a nós, dedicados servos vossos, a santa paz de vos pertencer e de vos servir por todos os dias de nossas vidas e por toda a eternidade. Amém.

Criado por Luciana Rapini com Wix.com

  • Facebook - RVC
  • Instagram RVC
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now