diário 07.11.19

Jesus tem chamado seu povo à conversão em todos os tempos e poucos têm escutado o seu chamado. Prisioneiros no mundo segundo suas próprias conveniências, fecham os olhos Àquele que os criou perfeitos e suscetíveis de alcançar ainda maior perfectibilidade por meio de uma união mais íntima com Ele.

Almas, onde estais que até hoje ainda não haveis encontrado o vosso Deus? Filhos de Deus, por onde transitam vossos passos dista daquilo que Deus tem destinado para cada um de vós, afinal, em quais condições querereis alcançar o olhar para Deus se o tem cerrado à terra, ao solo, às coisas triviais, mesquinhas e sem maior importância? Até quando mais Deus haverá de aguardar até que seus filhos se enfastiem da vida mundana para, renunciando a ela, encontrarem as verdadeiras dádivas que Deus tem destinado a todos desde antes do dia de seus nascimentos?

Até quando vos retereis e querereis não ver que todo o material disposto ao redor de vós jamais vos levará a degustar o verdadeiro maná celeste que Deus ha reservado àqueles que compreendem sua Eterna Supremacia diante do perecível que os rodeia? Até quando se envolverão em discórdias e se apegarão à questões sem maior relevância em detrimento do grande crescimento espiritual que desponta diante dos vossos olhos ao verem-vos diante das palavras e do chamado do próprio Cristo Redentor, enviado dos Céus, para resgatar-nos de nossas lutas e mazelas para com Ele nos unir e sermos elevados até o cume da criação a que temos direito por sermos filhos de um mesmo Deus?

Geração incrédula, até quando os mártires haverão de sofrer as pegadas trilhadas pelo próprio Cristo Redentor enquanto vos deliciais em banquetes terrenos olvidando que o dia do juízo final chegará para todos quando cada um será julgado segundo suas próprias conveniências levadas adiante e quanto ao empenho em lançar a semeadura do Reino de Deus através de Jesus Cristo na terra?

Que as almas prontas para ouvirem o chamado do seu Criador se convertam ao seu Reino de Amor, tornando-se escravos intermediadores do mesmo na terra e que todos os seus esforços rendam-Lhe frutos para sua Glória e para a salvação de si mesmos e dos demais através de si.

Onipotente Deus, Senhor de todas as almas, dignai retirar o véu da incredulidade daqueles que ainda não conseguem vislumbrar as formosas Luzes que espargem a todos diante da vossa Presença! Mestre Querido e Jesus Acolhedor, tolerai-nos em nossas conveniências quando estas divergirem das vossas e jamais desisti de chamar vossas almas de volta a ocuparem o redil de vossa Glória acima de todo bem que existe na terra. Senhor Misericordioso, levantai vossos instrumentos despertos para vos servirem seguindo-vos pelo caminho do vosso Calvário. E que assim consigamos cada um ocupar o posto em Deus que nos cabe em nossa breve passagem sobre a terra. Amém.

Divino Espírito Santo de Deus, descei sobre todas as vossas criaturas transformando-as num vaso perfeito e útil do vosso Amor para que vossa Obra na terra através de nós seja Perfeita tal como Tu és Perfeito. Senhor, eu confio em Vós! Reveste-nos de vossa paz e de vossa Presença em todos os dias das nossas vidas e por toda a eternidade. Amém.

Criado por Luciana Rapini com Wix.com

  • Facebook - RVC
  • Instagram RVC
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now